Archiv für den Tag: Mai 23, 2005

NESTA SEMANA O TEMPO DEVE MELHORAR, O SOL DEVE BRILHAR EM DONAUWÖRTH… STEFANINHO, MEU AMOR, POR QUE VOCÊ NÃO ESTÁ AQUI?

Que o sol volte a brilhar no coração do grande amor de Stefaninho... a sua Verinha...

Meus queridos e fiéis amigos,

Não sei o que seria de mim neste momento doloroso de minha vida sem o apoio e o calor humano que vocês me transmitem. Pouco a pouco vou resgatando um relativo equilíbrio, já consigo dormir, meu cérebro volta a funcionar… mas as saudades me atacam com tudo e quando vejo me pego chorando pelos cantos e clamando por Stefaninho…

… Ainda não consegui aceitar esta realidade, gente… de que o mesmo „destino“ que um dia me aproximou de Stefan, para que vivêssemos um intenso amor, um dia o tenha arrancado de mim de uma forma inexorável, sem volta, precipitando-me num vazio difícil de descrever.

Ainda não digeri, ainda não aceitei, ainda espero que tudo não tenha passado de um pesadelo… Isto a nível emocional. A nível racional sou compelida a engolir a contragosto esta realidade.

Bem, vou colocar algumas fotos aqui… aleatórias, bem aleatórias mesmo. Sem pé nem cabeça.

Dacio, Rose e baby numa viagem que fizemos para Munique- foto batida num trem. Eles vieram para a Alemanha 5 dias após o „encantamento“ de nosso Stefaninho (meu e vosso).

Eu e meu irmão, no mês em que ele esteve comigo após a partida de Stefaninho (meus cabelos estão horríveis, não reparem… eu usei um condicionador redutor de volume e eles escolheram…).

Ramon, Verinha, Dacio e Baby na Estação de trem de Munique.

A amiga de vocês, Verinha, na Pizza Hut (pasmem!) em Munique (o pessoal está comigo). Mas alguém também está presente…

… meu Stefaninho, sempre no coração de sua fiel Verinha… OK, não fiz a montagem, mas vocês entenderam o espírito da coisa… (Stefan em casa brinda com uma cerveja sem álcool)

Stefaninho, em 20 de janeiro de 2004, conversando em nossa sala. Ainda não havia começado a nossa luta contra a infecção que o viria a atingir em maio do mesmo ano.

Stefaninho em Donau-Ries-Klinik, no ano passado (maio de 2004), na cafeteria, prestes a atacar um enorme sorvete! Gente, após sua estadia no hospital ainda pudemos viver muitos momentos felizes, e nossa triunfal viagem ao Brasil de business class…

Foto minha, batida por Stefan, na mesma cafeteria, no mesmo dia (eu sorria para ele…). Ambos estávamos alegres e confiantes! (não temos fotos juntos pois não havia uma terceira pessoa para batê-las)

Stefaninho manda beijinhos de sua cama na clínica de Don (em sua estadia no ano passado, maio de 2004, como na foto anterior)… só pensava em nossa viagem de Agosto! Estávamos ambos acreditando bastante em sua recuperação, tanto que 4 semanas após sua alta embarcávamos „em grande estilo“ rumo à São Paulo!

Foto batida por mim em 21 de dezembro de 2004: Stefaninho com nosso filhote Pimbol no escritório.

O céu de minha Terra, que não tem palmeiras e onde não canta o sabiá…(foto tirada do jardim de minha casa em Donauwoerth, alguns aviões fazem riscos no céu)

Bem, por hora fico, amigos… estou tentando escrever mais, sem muito planejamento… tudo o que coloco aqui o faço espontanemente, é o que pinta no momento…

Beijos a vocês, que no momento são uma motivação para que eu viva, assim como meus gatinhos e meus amigos no Brasil…

Verinha Rath