Archiv für den Tag: Mai 13, 2005

EM NOME DA ALIANÇA, SÍMBOLO DO GRANDE AMOR QUE NOS UNIU PARA A ETERNIDADE, EU CONTINUO… POIS ESTE ERA O DESEJO DE MEU LIEBLING STEFANINHO.





Amigos, muito, muito cansada, resolvo redigir uma nova Eintrag só para quebrar o bloqueio. Este não será um post especial, repleto do conteúdo que poderia ter, mesmo porque estou tão exausta que não sei se terei condições de terminá-lo. Mas estou tentando.

Outro dia eu conversava com Stefan na cozinha, e solicitava que ele me respondesse de alguma forma, que desse um sinal por mim compreensível, de um único motivo para que eu continuasse a viver (que não fôsse os nossos gatinhos, este eu já tinha…)…

Foi então que eu ouvi um estridente sonido do choque de minha aliança de ouro branco com uma taça de cristal (eu retirava as louças da máquina). Não havia percebido o que ocorrera, e olhei para a origem do som… e então entendi o que Stefan estava querendo me dizer: „A razão para você continuar é justamente o nosso grande amor, é em nome dele que te peço que prossiga, minha Verinha…“

Não sou espírita, minha gente… sou budista. Mas também não tenho preconceito contra nada, e acredito que tudo que conhecemos é tão ínfimo diante da imensidão daquilo do qual não temos consciência. Nós julgamos saber tanto, e de fato… o que conhecemos nada mais é do que uma infinitésimal parte da realidade que nos circunda (este assunto tratarei em post à parte).

Bem, começo a reagir, já durmo melhor (sempre com Pimbol em minha cama), e ontem já coloquei minha bicicleta para funcionar. Pouco a pouco vou aceitando uma realidade que confesso: foi a mais difícil confrontação em toda a minha vida. Poderei ser a mesma depois disto?

Tentarei, mas as marcas ficarão. Prosseguirá o meu eterno amor por Stefan, mas não poderei resgatar aquela pessoa como era antes, exatamente. Pois agora, infelizmente, passo pela experiência de me tornar viúva após quase 4 anos de convivência com o grande amor de minha vida. E isto é uma marca indelével em nossas existências.

Mas haverei de sorrir de novo, haverei de fazer as pessoas se alegrarem comigo, no entanto… permanecerão as eternas saudades de Stefaninho, que talvez eu sublime parcialmente escrevendo um livro ou fazendo uma coletânea de nossos escritos, não sei ainda… enfim, haverei de homenagear o meu eterno namorado de alguma forma. O meu liebling Stefaninho, o Stefaninho que vocês também aprenderam a amar.

Um grande beijo,

Verinha Rodrigues-RATH.

Seguem fotos aleatórias…

Foto que bati de um por-do-sol já na minha nova realidade (sem a presença física de meu liebling). A picture foi batida do jardim de casa.

A mesma foto de Stefan de um post anterior (ampliada ligeiramente), batida quando sua estadia em Donau-Ries-Klinik no último ano, mas que gostei muito pela esperança que seu rosto denota. Tantos planos, tantos sonhos para nosso futuro comum …

Stefan no encontro do Blogg.de no shopping Paulista (São Paulo) em agosto de 2004, com a presença inclusive de Sheilinha e família (na foto aparecem mais próximas Paulinha e Irene, assim como Donizete)

Stefaninho no Natal passado, quando tivemos um inverno rigoroso, esperando eu bater as fotos da casa iluminada. Compõe uma série de fotos batidas em 21 de dezembro de 2004.

ABRIL DE 2004 (mês em que Stefaninho nos deixou): Eu e meu irmão, voltando num trem de uma das viagens que fizemos, ou para Munique ou para Augsburg… a amiga aqui totalmente esgotada. Foi em sua estadia aqui com a família para me acompanhar (fotos dos demais em futuros posts).

Foto minha, logo que cheguei aqui, em 2001, antes mesmo de nos casarmos… como nos divertíamos tanto!

OK, atendendo a pedidos… sorriso… uma foto minha também na época em que a família estava aqui, na Reichsstrasse (após a partida de Stefan). Comigo, aparecem na foto Dacio e meu afilhado e sobrinho, Henrique Antonio. Rose e Ramon também estavam presentes, mas aparecerão em posts futuros.

Foto batida na tarde de hoje (13/05/05). Tanya, filha de Monika, numa árvore do jardim de Monika.

A própria Monika, num ataque súbito de cortar plantinhas no jardim… (13/05/2005)

*********************